sexta-feira, 27 de outubro de 2017

O que faz você feliz?



Meus leitores:

Prometendo terminar em breve o meu período de alegorias gastronômicas, cumprimento a todos os meus leitores dizendo BOM DIA!

De que DELICIOSO CAFÉ DA MANHÃ ESTOU DESFRUTANDO! Aqui tem, além do tradicional café com leite, geleias servidas com torradinhas e biscoitos deliciosos.

Esta é uma alegoria dos nossos desejos constantes de poder viver com alegria, sempre felizes, usufruindo o melhor da vida... E eis que lá vem o “mas”: –  Que pretensão, D. Nida! Isto já é querer demais da vida!

E eu, humildemente, respondo que “QUERER É PODER”. E é o que quero hoje transmitir a vocês é o que eu almejo da vida...

E eu não desejo tudo, mas tão-somente o que a vida me oferece; aceitando os cafés amargos que não são poucos, mas sempre cheia de esperança de que o amanhã será melhor e assim o nosso viver fluirá com mais facilidade, pelos tão tortuosos caminhos.

Atentem que eu sempre falo em esperar com calma e esperança o dia de amanhã. Pois vocês não podem calcular o que a vida, tão linda, me proporcionou hoje...

Pois hoje recebi o maior presente da minha vida! E que presente singelo, dado com o coração aberto...  simplesmente, um telefonema!!!

Obrigada, vida! Agradeço por ser contemplada por você com tanta bondade.

Até o nosso próximo encontro literário!

...  o dia era 12 de outubro de 2017.

Nida del Guerra Ferioli (96 anos) é Conciliadora e Mediadora de Conflitos (formada em 2014);  Professora de italiano; Autora dos livros “Vivendo a Vida” e "Le Ricordanze" . Colunista do “Papos de Anjo”, na página literária Boca a Penas (BAP). É mãe de Eliane, avó de Marcello e Valeria e bisavó de Thais e Maitê.



Um comentário: